The Walking Daddy…

** Posts inspirados por um alemãozinho de 6 anos…  há ainda uma centelha de humanidade nas veias… ***

————————————————————-

 

A TIRANIA DA EXTROVERSÃO!

Duro aceitar, mas meu pequeno Lucas será um fracassado profissionalmente. E, talvez, socialmente!

A persistir as regras do que seja um bom profissional atualmente, sim.

Começará por reprovar nos processos de contratações: Ele é tímido, introvertido, calado, quieto, detesta dinâmicas em grupo…

Não despertará atenção em Programas de Trainee ao não ir às lágrimas com o Projeto de Vasinhos de Plantas feitos com bulbo de lâmpada queimada.

Seguirá, se alguém com piedade lhe der um espaço na empresa do pai de um conhecido, nos trabalhos em Time e reuniões de Projeto: Ele não ri sem necessidade nem assumirá a frente de algo entusiasmadamente. Ele o fará se o Líder nato se mostrar um grande imbecil …

Depois se estenderá por ser pouco flexível e muito pragmáticos com as pessoas com gaps de performance nos processos de avaliações, enquanto ele entende que isto seja apenas e tão somente incompetência! Aplica-se a regra!

Selará seu destino ao não rir de uma piada do Diretor-Presidente e lacrará seu caixão ao não ir na Festa da Empresa.

Sobrará algo erudito como Maestro, Crítico de cinema, Escritor e então eu terei que pagar o Plano de saúde de meus netos.

Lucas, com seus 6 anos, tem pouco tempo para aprender a sorrir e acenar, cinicamente …

#oreiestanu

——————

 

07:30 da manhã…   Perdi o horário , que na verdade nunca soube onde está!

Mas eu tinha que levar o Lucas para escola (lembram do Lucas, 6 anos, cabelos amarelinhos… Este mesmo).

Fui acordá-lo chamando bem de mansinho no seu ouvido, para que desse tempo da espiritozinho dele retornar. Sem abrir os olhos, ele sorriu, passou sua mão quentinha no meu pescoço e me trouxe para pertinho do seu rosto.

Puxei a coberta sobre nós dois, desliguei o celular, e deitei ao seu lado:

– Eu tive um sonho, papai , ele sussurrou!

– Hummm..  Eu também!

– Mas o meu era de binossauro!

– Não acredito, o meu também…

– Como era o seu binossauro?

– Lindo, amarelo, banguelinha, com manchas roxas e orelhas de chocolate…

– Igual o meu, ele tinha pescoço gigante de girafa?

– Claro, quer saber, era o mesmo, você subiu nele?

– Sim, subi, bem alto!

– Eu estava junto.

– É mesmo estava… Deu para ver todos os números, que são infinitos né papai?

– Sim, claro

– E a letra H, que é uma danadinha, mas é a que eu mais gosto, porque ela tenta se disfarçar de outros sons…

…E foi caindo no sono novamente!

Recuperei os meus compromissos atrasados ao longo do dia. Nunca recuperaria este momento com o Lucas! Estou perdoado?

#oreiestanu

——————

 

HORA DE SEPARAR ADULTOS DE CRIANÇAS…  E ESCOLHER AS CRIANÇAS!

Costumo brincar com o Lucas sobre uma nuvem que paira exatamente sobre o nosso carro, mesmo num dia de céu de brigadeiro.

Em seu momento de maior dúvida, aciono o limpador do carro e a magia da chuva particular ocorre… é lindo ver seu espanto pelo retrovisor!!!

Isto já vem a algum tempo! E o surpreendente, sempre se repete!!! Até o dia que fiz esta brincadeira com o pragmático e sensato Vini estando conosco.

Ele até deu um tempo para ver se explicávamos a brincadeira e na ausência da mesma, tratou de desvendar o segredo:

– Luquinhas, é um sistema que tem no carro para… e explicou tudo! Como o que o Vini diz é sagrado não houve contestação, só um:

– Hummm…

Então perguntei:

– Lucas, entendeu?

– Sim!!!

– E o que você acha, agora que conhece a verdade?

– Acho bom! Mas é chato… preferia a chuvinha…

 

Eu sou uma criança. Não quero a verdade! Quero a fantasia! Também prefiro a chuvinha!

#oreiestanu

——————-

 

UM DOMINGO NO PARQUE COM O LUCAS, PARA SONHAR!!!

Parece não haver nada que demova o Lucas de ser jogador de futebol.

E ele, no auge de sua maturidade e experiência aos 6 anos, enquanto brincava com sua inseparável bola amiga, perguntou-me se poderá ser como seu ídolo.

– Sim, claro. Se é seu sonho…

– É meu sonho sim, papai. E o seu sonho quando tinha minha idade, qual era, papai?

Poucas perguntas me fizeram parar e refletir tão profundamente nos últimos anos…

Demorei a responder não por não recordá-los, tenho todos eles bem guardados em nobre área de minha mente, mas sobre como eu responderia as perguntas que certamente viriam a seguir.

– Bom, meu primeiro sonho era ser motorista de ambulância, ou de caminhão de bombeiro…

– Uau, que irado!!! Tem mais sonhos?

– Sim, depois desenhista de revista em quadrinhos… de heróis!

– Meeeu, por isto você desenha bem hein papai, ahhh descobri!

– Sabia que eu tinha meus próprios heróis? Speixer, Super-nova…

– Nossa! O que mais?

– E por fim escritor…

– Mas você nunca sonhou “de fazer” máquinas? Que é o que você faz, né papai?

– Não, nunca sonhei com isto…

– Por que que as pessoas não fazem o que sonham, papai?

Poucas perguntas me fizeram…   Ainda não o respondi,  mas com o Lucas, sempre sonhei!

#oreiestanu

——-XX———

Anúncios

Eu coacho, Tu Coachas, Ele coacha…

DIÁLOGOS IMPROVÁVEIS NO MUNDO DO IN…    PERFEITO

– Vamos lá então, para uma primeira…

– Sessão de Coach?

– Não, não vamos deixar tão formal assim. Será um bate-papo, uma conversa.

– Ahh sim, bacana! Estou tão nervosa…

– O que exatamente lhe incomoda?

– Ahhh.. assim que ver… não sei… eu queria ser mais feliz no meu trabalho…

– Entendo, e como seria um trabalho mais feliz na sua concepção?

– O trabalho dos meus sonhos? Poderia se assim quer ver… eu gostaria de ter um melhor relacionamento com as pessoas, gostaria de entendê-los melhor… Nunca fui boa com gente, sabe! Meu primeiro chefe sempre me falou isto…

– Isto pode ser aprimorado… continue, por favor…

– Então, na verdade, este negócio de ouvir as pessoas… dar feedback honesto, blá-blá-blá não é pra mim, não ! Muito mimimi. Frescurada!

– E você tem que fazer isto?

– Sou obrigada né!!! Fazer o que… humpf!

– Talvez você se desse melhor, por exemplo, trabalhando com Robôs, Máquinas, não?

– Meu Deus, seria um sonho! Só o botão liga/desliga!

– Já buscou?

– Estou procurando!

– Ok, então por favor defina as suas minis metas para atingir isto. E  na conversa da semana que vem alinhamos, pode ser?

– Pode! Ótimo!

– A propósito, qual sua função atual?

– Assim quer ver … tipo Master-Coach!

#oreiestanu

——————

 

A NOBRE ARTE DE COACHAR!

Muito se fala sobre Coaching mas pouco se sabe sobre suas origens.

E ao contrário do que se estabelece, o Coaching nasceu na Idade Média.  Registros de que tal prática já constavam no compêndio “Malleus Maleficarum”, ou simplesmente, “O Martelo das Bruxas.”

Escrito pelos dominicanos  alemães Heinrich Kraemer e James Sprenger, tratava-se de um Manual para combater heresias e pecados, determinando os suplícios.

Nos casos mais graves, sessões de Coaching deveriam ser utilizadas  sistematicamente, levando o réu a confissão absoluta. Duas, Três, Dez Seções! Nem eram necessárias tantas.

Dado o terror psicológico, o Coachee, que é como se chamava o herege naquela época, pedia a substituição da pena por uma morte mais digna na fogueira. Seria menos dolorido e ele não se queimaria tanto com seus pares…

Trata-se do suplício mais hediondo já criado pela mente humana, pois sem oferecer uma resposta sequer, conduz o incauto até as raias da loucura, fazendo-o assumir inclusive heresias que sequer foram criadas ainda…

O Inquisidor, ou Coach como era chamado, nesta técnica de tortura, por sua vez, mantinha uma serenidade celestial, impassível e observadora deste sofrimento humano, convencendo-o ele mesmo, de que isto é necessário e bom…

#oreiestanu

———XX————

trilogia de Adalberto, um líder-artificial

ADALBERTO AGORA DÁ BOM-DIA!        DÊ BOM-DIA PARA TODOS ADALBERTO!

Adalberto é um bom funcionário.

Preocupa-se com sua formação. Adalberto já fez vários MBAs;

Adalberto faz bem suas entregas. Chega antes que todos e sai no horário;

Adalberto controla sua alimentação, é magro, faz ciclismo. Aliás,  Adalberto só vai de bicicleta ou a pé para o trabalho;

Adalberto coloca metas para seus filhos. E Adalberto cobra as metas dos filhos;

Adalberto anda com o Manual da Carreira embaixo do braço. Cada passo que Adalberto dá é muito bem planejado;

Enfim… Adalberto é que chamamos de chato.

Mas Adalberto não navega bem entre seus pares. Adalberto é fechado, não ri, não interage;

Adalberto lê “O Mongo e o Executivo” no aeroporto enquanto todos bebem…

Então Adalberto recebe o feedback que deveria melhorar seu relacionamento com o Time para poder ascender na estrutura.

Adalberto Faz Desenvolvimento Pessoal , Inter-Pessoal e Im-Pessoal;

Adalberto agora dá bom-dia. Ninguém dá bom-dia.

Adalberto agora conta piada velha. Ninguém ri de piada velha.

Adalberto agora dá parabéns pelas atividades. Ninguém achou difícil.

Agora, Adalberto não é Chato; Adalberto, agora, é Chato pra Caralh*!

#oreiestanu

——————

 

ADALBERTO E LIÇÕES COM ABACAXIS E MELANCIAS!

Adalberto vai de bicicleta para o trabalho;

Adalberto passa por bucólicas vias rurais até o trabalho;

Adalberto vê que um senhor agricultor, todo dia, estaciona seu caminhão no pátio da Igreja Protestante;

E Adalberto se regozija ao ver que todo dia o senhor faz de seu caminhão uma barraca de saborosos Abacaxis e Melancias;

Tudo muito bem organizado, separado, empilhado, e com as frutas docemente repousando sobre ninhos de palha;

Adalberto passa, mas nunca para.

Adalberto então lembra da meta de espalhar o bem… Então Adalberto para!

Adalberto não comprará nada, mas será o menos inconveniente possível, para fazer jus ao tempo do velho senhor;

Adalberto exercita a empatia continuamente!

– Bom dia, Nobre Senhor! – interrompe Adalberto ao idoso que dificultosamente posiciona uma Melancia de 795 kg sobre as demais;

– Caro Senhor, o que lhe motiva a todo dia estacionar seu caminhão e prepará-lo tão bem, com suas frutas tão lindas, nestes dias quentes que tem feito?

– O sinhô vai quere Melancia ou Abacaxi?

– Por ora, nada, gentil senhor das frutas… apenas…

      – ENTÃO VAI SE CAGA, OH MERDA!!!

Adalberto monta em sua bicicleta e segue seu caminho, pensando na lição que acabara de aprender: “leve consigo sempre alguns trocados…”

#oreiestanu

—————–

 

ONDE ESTÁ O WALLY ?         …E O ADALBERTO ?

Adalberto está dando feed-back do processo de avaliação para seu time;

Adalberto é resiliente, owner, assertivo, acertivo, açertivo e todos os outros jargões que cabem aqui;

Se necessário, Adalberto aplicará a política de consequências, sem dó;

Adalberto tem também uma dura missão de demitir 30% de seu time;

Adalberto não sabe se o fará na sexta ou na segunda-feira; Adalberto não lembra o que o livro de Gestão recomenda nestes casos…

O Superior Não-Tão-Imediato convoca Adalberto imediatamente;

Um calafrio percorre o curvado e caloso espinhaço de Adalberto;

Seu superior o chama novamente; Adalberto não o atenderá!

Adalberto não pode ir agora, pelo menos não agora, enquanto não concluir sua missão;

Adalberto tem certeza que a empresa está cometendo um equívoco e mudará de ideia;

Adalberto pensa: “O que os olhos não vêem, o coração não demite”

Adalberto está a uma semana desaparecido, e liderando!

Adalberto é o Tyler Durden de Edward Norton da Liderança!

#oreiestanu

——-XX——–

Sinceridade que tento disfarçar…

DESCULPE-ME , MAS NÃO VOU LHE DESCULPAR…

Existem duas coisas que considero  estar entre as mais importantes da Criação Humana: O Condicionador de Ar e o Perdão. Talvez uma delas tenha até origem divina…

E eu, em minha pequenez humana e falha, agradeço profunda e especialmente ao Criador do Perdão, das Desculpas, da Misericórdia, da Remissão, do Relevamento, da Espiação…

Isto deixa meus erros e minhas falhas menores, afinal, amanhã será um novo dia. E então eu poderei errar tudo novamente!!!

Não haverá nada para se aprender, basta seguir atropelando o mundo, desde que se siga pedindo perdão…

Não há problema em ser um idiota, desde que se peça Perdão! Basta que eu inicie minhas frases com “Você vai me desculpar, mas…” para que eu esteja pré-absolvido para vomitar meus impropérios… É tipo um aval para a estupidez!

Não, não vou lhe desculpar antecipadamente! Não antes de ouvir primeiro o que você tem a dizer. Sou rancoroso, injusto e desumano! Depois disto, talvez você mereça minha remissão.

Afinal, se eu for o único pecador do mundo, não valerá a pena manter uma estrutura infernal só para mim! Não se pagará…

O Perdão me inclui, o Perdão me absolve, o Perdão me eterniza.

Preciso limpar o filtro do Condicionador de Ar…

#oreiestanu

——————

E se o seu microfone do Linkedin estivesse aberto?

“O Rogério Ceni é chato pra car#&$% ”. Repercutiu bastante este comentário do Milton Leite a 2 anos atrás, traído (ou, descortinado) pelo microfone que continuou ligado…, mas não vou retomá-lo.

Apenas me ocorreu de refletir sobre o que falaríamos se estivéssemos com o microfone do Linkedin aberto e não soubéssemos. O que poderíamos deixar extravasar das profundezas de nosso mais SINCERO humanismo.

TALVEZ possa nos ter ocorrido de pensar alto, e num lapso de franqueza e fraqueza em nossa corretude  e perfeição sociodigital, ter deixado escapar:

. Quer saber… vai a merda, seu caga-regra do cacete!

. O que tem a ver a tua resposta com o comentário que fiz?

. Este fdp se paga de legalzão para empurrar este serviço inútil…

. Como o cara pode ensinar isto se nem aprendeu?

. É sério que você não entendeu? Vou explicar a piada de novo…

. Palestra do que mesmo? Tem que pagar por isto?

. Não aguento mais este monte de nome de profissões que não sei o que faz!

. Para um Influenciador, ele interage bem pouco com sua rede…

. Mas que baita FDP, copiou o texto…

. Insight é o cacet#$% !!! Isto não me faz nem tirar a pantufa numa sexta-feira a noite…

. Que bosta de texto este também!

#oreiestanu

———————

 

I SEE ENERGIZED PEOPLE…          How Often?     All the time…

Em meio a busca por novas fontes de energia renováveis, sustentáveis, saudáveis, insuavizáveis, causa-me estranheza ainda não falarmos sobre a ENERGIA POSITIVA.

Atentando para Programas de TV, Rádio, Palestras, Cursos e Profissionais, logo percebemos que esta fonte de energia está amplamente disponível e de fácil acesso.

Abunda, eu ousaria afirmar!

Em alguns ambientes e locais ela pode mudar de nome: vibrações, vibe, luz… mas provavelmente a Física que a rege deva ser a mesma. Quântica!     Quântica besteira!

E pelo que entendi, o próprio ser-humano a gera, e em casos especiais, alguns animais, especialmente os domésticos flu-flu. Não sei como se armazena Energia Positiva / Vibe / Boas Ondas e que que se pode mover com elas, mas creio que somente eu seja um out, um desconectado, um Acinético Newtoniano …

…um Sistema Massa-Não Amola…

Poderíamos andar com um Selo de Eficiência Posi-Energética em nossos traseiros, deixando claro o quão aberto estamos para compartilhá-la.

Eu não a tenho, sou um poço estéril.

Eu não a percebo, sou um insensível energético.

Eu não a emano, sou uma lâmpada apagada.

Minha Energia Positiva é Negativa!   E de Corrente Inalternada!

#oreiestanu

———-XX——–

 

 

Empreendedorismo de c$ú é r#ola!

Eu caí no conto do Empreendedorismo:

Plano: Flexibilidade infinita de horário, trabalharia menos, provavelmente faria de terça a quinta.

Realidade: trabalho 14h por dia, quando está tranquilo, e talvez consiga parar neste domingo.

 

Plano: Iria a Paris, talvez uns 10 dias e retornaria a Itália, para permanecer uns 2 meses, gosto muito de lá, sabe?

Realidade: Faz 4 anos que não tenho férias, e se tivesse, não passaria da Barra do Sul.

 

Plano: Rendimentos de 6 dígitos, em um meio ano compraria meu esportivo. Um pouco mais, a cobertura em Balneário Camboriú e  um barco de 26 pés.

Realidade: Juros de 2 dígitos, o Corcel empenhado e os móveis na sogra para o Oficial não levá-los.

 

Antes: “O Salário na empresa não é justo! Não reconhecem meu valor. Não vejo a hora de sair daqui…”

Agora: Folha de pagamento para mais de 30 pessoas, com salário injustos, sem o devido valor aos profissionais.

 

Antes: “Na empresa, ter a certeza que o salário vem garantido no final do mês me coloca numa posição confortável, não me desafio assim…”

Agora: Terei salário se sobrar alguma coisa depois de pagar todo mundo…

 

Antes: “Só eu trabalho nesta empresa? Tudo sobra pra mim!”

Agora: Corro atrás do trabalho, e se pudesse teria tudo só para mim…

 

Topa voltar para a empresa? Hummmm…. ainda não!

#oreiestanu

——————-

 

Parte II – Eu caí no conto do Empreendedorismo! E GOSTEI!

A maior parte dos dias de um Empreendedor são ruins, outros são péssimos.

Mas inebria, extasia! Ainda me lembro das sábias palavras de meu Gestor, quando lhe comuniquei sobre a decisão de sair: “Você vai se arrepender, oh merda! Escreve o que estou te falando! ”

Estou brincando… ele não falou “Escreve”. Falou “Escuta”…

Mas desde então, após 2 apartamentos, 1 carro, 1 rescisão, 1 rim, tenho aprendido muito, e sem que você precise pedir demissão, compartilho aqui algumas destas lições:

COMPORTAMENTAIS:

1. REAL SENSO DE PROPRIEDADE: Você não admitirá o Cliente insatisfeito, mesmo que ele não tenha razão.

2. PRIMEIRO FAÇO, DEPOIS DEMANDO: Seu exemplo chega rápido nas pontas da Empresa.

3. MEU RESULTADO INDIVIDUAL É (MUITO) MENOS IMPORTANTE QUE O RESULTADO DO TODO: E o resultado do Time é melhor que o somatório do melhor de cada um.

4. DELEGAÇÃO: Pensa na coisa difícil, mas eu tenho que estar liberado para desenhar o futuro!

 

TÉCNICOS:

1. Avaliação Financeira: Fluxo de Caixa e Formação de Preço. Você pode achar que seu negócio não está dando lucro quando na verdade ele já está se pagando!

2. Subestimar funções essenciais: ex: Marketing e Pós-Vendas. Você pode ter o melhor pastel, mas se eu não souber disto…

 

OBRIGATÓRIOS: TER AS MELHORES PESSOAS!

#oreiestanu

——————

 

DONA NATÁLIA É A MINHA PERSONAL-JACK WELCH!

Dona Natália, além de responsável pelo cafezinho, como boa gestora que é, utiliza de métricas extremamente modernas para monitorar meu desempenho.

Diariamente, ao apanhar minha lixeira e percebê-la vazia, comenta em voz baixa:

“Meu Deus, não fez nada hoje, hein! Seu Márcio…”

Dificilmente passo uma semana sem ouvir este feedback assertivo.   Atento que sou ao meu desenvolvimento impessoal, dei um jeito de acumular papéis na Lixeira, inclusive pilhas daqueles formulários contínuos utilizados em impressora matricial, folhas de fax amareladas já sem texto algum e canhotos de cheques do Nacional.

Estava ávido pelo novo feedback, ao ver a lixeira abarrotada de papel, e que finalmente agradaria a Dona Natália, após anos de letargia laboral de minha parte.

Finalmente é Quinta-feira! Ela entra, eu largo um bom-dia de gente   ocupada, olhando para a tela do computador, seguro a respiração, ela passa por trás de mim, baixa até a lixeira, remexe a pilha de papéis e dispara:

“Nossa… Fez tudo errado hoje, hein! Seu Márcio…”

Dona Natália é impagável… literalmente, pois se continuar com estas gracinhas não tem salário…

#oreiestanu

———XX———-

Histórias Banais e Fábulas Amorais…

MINHAS HISTÓRIAS SÃO HISTÓRIAS SIMPLES, COMUNS, BANAIS

Então por vezes, sinto-me um pouco deslocado aqui, na verdade, até um pouco envergonhado por ter uma vida tão… normal!

Às vezes, tenho a impressão que só eu não tenho nenhum superpoder, exceto por uma fagulha que ora me ocorre com a pena;

Sou o único que não tem uma história triste, exceto por aquelas que todos padecem;

. Não considero que tenha sido perseguido, exceto por aquilo que chamamos de cair para aprender e crescer;

. Acho que nunca salvei ninguém, exceto por aqueles que sigo apoiando e admirando;

. Não sofri acidentes graves, exceto os que deixam cicatrizes para inflarmos nossas histórias aos filhos;

. Não suportei tiranos, ou por não tê-los ou por não permití-los;

E não bastasse a banalidade de uma vida normal… ainda não aprendi ver o lado bom das coisas, afinal:

. Tenho dúvidas se quebrar empresas seja a melhor maneira para se aprender a não quebrar empresas;

. Não gosto de aprender com erros. Prefiro acertar na primeira;

. Algumas vezes, sou feliz;

. Não quero me conhecer melhor, porque vou me frustrar!

E então cada post extraordinário tende a ser, passivamente, uma agressão ao meu mundo normal! Mas talvez de tão normal, ela possa ser anormal, então talvez, eu possa continuar a contá-las.. Talvez..

#oreiestanu

——————————–

 

FÁBULAS FABULOSAS E AMORAIS (OU IMORAIS)

Percebo várias analogias e ensinamentos para a vida corporativa, ou até mesmo para a vida pessoal, com fábulas.

Especialmente as que envolvem tartarugas e lebres (erroneamente confundidas com Coelhos). Na verdade , também não tenho certeza se é uma tartaruga e não um jabuti, dadas as características terrestres do animal …

E espanta-me ainda mais minha estupidez, frieza, imbecilidade e arrogância em não perceber tais ensinamentos , mas não é caso…

Dentre as variações dos temas:

– Que a tartaruga vai chegar também…

– E que poderá, inclusive, ganhar…

– Que a sapiência da tartaruga vem de sua lentidão…

– Que o quelônio conhecerá melhor o caminho…

– Que a lebre é arrogante e superficial…

Enfim, escolha  o final de sua preferência, pró-lebre ou pró-tartaruga! Nenhuma fará sentido! Por uma simples razão, tivesse a tartaruga os predadores que a lebre tem, certamente não teria casco, teria olhos, orelhas e pernas maiores, pêlos, seria mais leve, enfim, seria uma…. lebre!

Da mesma forma, serve à lebre! Tivesse um jacaré a tentar morde-lhe as costas, um bom escudo de proteção viria a calhar…

E daí? E daí que não sei como terminar este post… Não tem Moral da História! nem sempre se tem… Desculpem-me!

#oreiestanu

—————–XX————–

Seres que me fazem pensar se pertenço a mesma espécie…

O GÊNIO, O VIOLINO E O LUTHIER IDIOTA

Antonio Giacomo Stradivari faz parte de um seleto grupo de Homo Sapiens que chegaram a perfeição. Típico exemplar que me faz refletir se eu pertenço a mesma espécie!

Tão perfeito que, nos dias de hoje, se alguma coisa é Perfeita, ela é Estradivária!

Mesmo com toda nossa ciência, e passados quase 300 anos não se chegou ainda a uma conclusão sobre suas técnicas aplicadas: Seria a madeira escolhida, o tratamento superficial aplicado, a corda, o verniz…?

Ou até mesmo, numa das mais extraordinárias teorias, uma ajuda da própria natureza, que gerou um inverno tão rigoroso na região do Vale de Fiemme séculos antes que antecederam Stradivari, que teria contribuído para uma maior compactação das fibras das árvores utilizadas por Antonio, resultando em um corpo de madeira mais sólido.

A natureza sabia que daqui alguns séculos surgiria um gênio e seus filhos! Viotti, Vieuxtemps, Troppo Rosso, Delfim, Alard, e o inigualável Messias, considerado o mais perfeito entre os perfeitos.

Um inverno rigoroso prenunciou Stradivarius!

Uma chuva de pedras prenunciou Olivarius!

Se algo é Perfeito, é Stradivarius! Se algo é Imperfeito, é Olivarius!

——————————–

 

A Múmia de  ÖTZI e a Múmia do ÏN

“Ötzi é uma múmia masculina bem conservada com cerca de 5.300 anos. Foi encontrada nos Alpes orientais em 1991, em uma geleira na fronteira da Áustria com a Itália.

Oferece uma visão sem precedentes da vida e hábitos dos homens europeus na Idade do Cobre:

. O corpo foi extensamente analisado. Os tecidos e o conteúdo dos intestinos foram ao microscópio, assim como o pólen encontrado nos seus artefatos;

. Trajava vestimentas elaboradas. Entre 30 e 45 anos e 1,65m de altura. 57 tatuagens, algumas em pontos que coincidem com a acupuntura;

. Artefatos encontrados junto a Ötzi foram um machado de lâmina de cobre com cabo de teixo, uma faca de sílex e cabo de freixo, uma aljava de flechas e um arco longo de teixo;

. Duas espécies de cogumelos, uma com propriedades antibacterianas e o outra que facilmente ignea, incluídos com partes deste kit para iniciar fogo, restos de mais de doze plantas, além de pirita para a criação de faíscas.”

Algumas reflexões me ocorrem de imediato:

. Qual o meu legado? Não precisa ser para 5.000 anos…

. Uma múmia de 5.300 anos já fez mais pela Humanidade do que eu;

. E o que é pior, ao contrário de mim, Ötzi segue bem conservado!

 

#oreiestanu

—————–XX——————