Shame is THE NEW BLACK e o meu novo dress-code

Hoje, finalmente, atravessei uma fronteira extremamente crítica do meu Eu.

Venci uma etapa, que foi muito importante nesta minha genial e necessária existência, mas que agora precisava ser superada.

Creio isto fazer parte do processo de Maturidade e Autoconhecimento, que num primeiro momento, resistimos Herculeamente, mas com o viver da vida, aprendemos a absorver.

Hoje sinto-me preparado para apoderar-me deste comportamento, atitude, ação e fazer o melhor uso possível. Completei meus 45 anos, e  atingi o meu objetivo de transgredi-la somente após esta idade.

Com esta atitude:

. Fica claro minha indiferença sobre o que outros pensam de mim;

. Fica evidente meu rompimento com o senso do ridículo e sobre o que é aceitável;

. Salta aos olhos meu distanciamento da sociedade e a ruptura completa com paradigmas e padrões estabelecidos;

Ainda não sei como minha família me receberá, se sentirão vergonha, se irão ao shopping comigo…

Hoje, aos 45 anos, finalmente vesti pela primeira vez:

CAMISA SOCIAL FORA DA CALÇA + TÊNIS COM AMORTECIMENTO EM CORES VIVAS.

Se isto não for sinal de amadurecimento, por favor, me internem!

Mas se me virem com pochete na cintura, por favor, não me deixem viver!

#oreiestanu

PS: três meses depois, desisti de fazê-lo. Acho que ainda não estou bem preparado para romper padrões e subverter sistemas… vou aguardar um pouco mais de nonsense…

——–XX——–

Anúncios

Adalberto está no panteão dos Deuses corporativos, e adora tartufo!

Adalberto tem uma oportunidade para mostrar seu Real Tamanho!

Adalberto foi demitido e está recontratado.

Por (des)caprichos do destino, Adalberto está no RH;

Adalberto então recebe o Currículo de alguém que ele não gostava na empresa em que trabalhava anteriormente;

Na verdade, Adalberto o abominava!

Adalberto era maltratado por ele. Chacoteado. Inferiorizado.

Não se pode enganar a tantos, por tanto tempo, pensou Adalberto! Finalmente…

E agora ele está nas mãos de Adalberto;

Sorriso largo na foto do Currículo, o que provavelmente está lhe rendendo câimbras faciais, pensou cinicamente Adalberto…

Perfil bem-construído, um gentleman new-Líder-Servidor, concluiu Adalberto, se alguém que não o lhe conhecesse verdadeiramente;

Adalberto pensou, pensou e pensou novamente…

Que ótima oportunidade para Adalberto mostrar que não tem a mesma pequenez de espírito dele;

Que ótima oportunidade para Adalberto evitar o desejo de vingança e mostrar sua grandeza;

Só que não…. Adalberto amassou o currículo numa bola compacta de papel, ódio e tinta!!!

Há tempos não se sentira tão…. FELIZ e realizado!!!

A vingança dura pouco, até tem um cheiro ruim, mas é uma delícia. A vingança é o tartufo da vida.

Adalberto é rancoroso e só tinha mais um tiro!

 

#oreiestanu

——XX——-

Só me falta humildade para ser perfeito!

POR FAVOR!!! CEM COMENTÁRIOS…

ou A INCRÍVEL ARTE DE RESPONDER ANTES DA PERGUNTA!

Estava dia destes emitindo mais um dos meus descartáveis comentários, e obviamente, como de praxe, SEM ler o post original, quando fui tomado por cruel dúvida:

Seria mais efetivo, justo e coerente ler e entender a publicação antes de me posicionar?

Hummmm….  Deixe-me ver…

. Isto me tomaria um tempo maior que o de costume;

. Isto me obrigaria a refletir sobre a mensagem;

. Isto me forçaria a identificar o ponto-de-vista do missivista;

. Isto me levaria a tentar me pôr em seu lugar;

. Isto me tenderia a fazer alguma pesquisa história ou referencial;

. Isto me obrigaria a… pensar!!!

Sem contar que eu correria o risco de, após este exercício tolo de compreensão e empatia, chegar a conclusão que eu concordaria com o autor… e que significa que ele pode estar…. Certo!

Nem pensar. Fora de cogitação!

Minha missão de vida é identificar o menor deslize e tornar isto o ponto-central do debate.

Não me interessa saber que o indivíduo resolveu a Conjuntura Oesterlé–Masser, mas que ele colocou o acento agudo no “e”errado!

Aliás, que debate??? Só eu estou certo!!!

PS: o CEM é proposital (chato explicar a piada… mas necessário, para não parecer mais idiota do que  já sou…) !

#oreiestanu

———–XX————-

Não me sacrifico por imbecis!

“PROTEJAM O REI!     PROTEJAM O REI!” 

Acredite, seu Influencer, seu Top Voice ou o reles mortal que você segue são passíveis de falhas, desconhecimento ou de não ter a resposta que você deseja ouvir!

Eu mesmo, em minha magnanimidade Real, às vezes, raramente, quase falho…

E por mais que você os idolatre, ame, eles errarão! E ainda que não errem, você pode também, veja só, discordar de tais opiniões.

Afinal, para que a influência ocorra, ela deve partir tanto do Influenciador como do Influenciado (também acho estes termos ruins…)

Então, parece-me não fazer sentido tratar tais pontos-de-vista como verdades absolutas – há menos que sejam absolutas – não permitindo sequer a evolução da discussão.

Comento isto porque, basta que se discorde, ou se amplie a abordagem de seres com esta áurea para que surja, em uníssono, um bélico:

“PROTEJAM O REI!    PROTEJAM O REI!”

Fiéis soldados, então, atiram-se sobre seu Imperador, blindando-o com seus próprios corpos, e infelizmente, com suas próprias REPUTAÇÕES.

Não precisamos transformar a discussão sobre a listras da zebra em certezas ideológicas regadas a extremismo bovinamente enfileirado!

Há espaço para suas opiniões, geniais, normais, ou medíocres, assim como para o que se possa achar destas…

Afinal, nem eles são tão Deuses e nem nós somos tão pecadores…

#oreiestanu

__________XX_____________

The Walking Daddy…

** Posts inspirados por um alemãozinho de 6 anos…  há ainda uma centelha de humanidade nas veias… ***

————————————————————-

 

A TIRANIA DA EXTROVERSÃO!

Duro aceitar, mas meu pequeno Lucas será um fracassado profissionalmente. E, talvez, socialmente!

A persistir as regras do que seja um bom profissional atualmente, sim.

Começará por reprovar nos processos de contratações: Ele é tímido, introvertido, calado, quieto, detesta dinâmicas em grupo…

Não despertará atenção em Programas de Trainee ao não ir às lágrimas com o Projeto de Vasinhos de Plantas feitos com bulbo de lâmpada queimada.

Seguirá, se alguém com piedade lhe der um espaço na empresa do pai de um conhecido, nos trabalhos em Time e reuniões de Projeto: Ele não ri sem necessidade nem assumirá a frente de algo entusiasmadamente. Ele o fará se o Líder nato se mostrar um grande imbecil …

Depois se estenderá por ser pouco flexível e muito pragmáticos com as pessoas com gaps de performance nos processos de avaliações, enquanto ele entende que isto seja apenas e tão somente incompetência! Aplica-se a regra!

Selará seu destino ao não rir de uma piada do Diretor-Presidente e lacrará seu caixão ao não ir na Festa da Empresa.

Sobrará algo erudito como Maestro, Crítico de cinema, Escritor e então eu terei que pagar o Plano de saúde de meus netos.

Lucas, com seus 6 anos, tem pouco tempo para aprender a sorrir e acenar, cinicamente …

#oreiestanu

——————

 

07:30 da manhã…   Perdi o horário , que na verdade nunca soube onde está!

Mas eu tinha que levar o Lucas para escola (lembram do Lucas, 6 anos, cabelos amarelinhos… Este mesmo).

Fui acordá-lo chamando bem de mansinho no seu ouvido, para que desse tempo da espiritozinho dele retornar. Sem abrir os olhos, ele sorriu, passou sua mão quentinha no meu pescoço e me trouxe para pertinho do seu rosto.

Puxei a coberta sobre nós dois, desliguei o celular, e deitei ao seu lado:

– Eu tive um sonho, papai , ele sussurrou!

– Hummm..  Eu também!

– Mas o meu era de binossauro!

– Não acredito, o meu também…

– Como era o seu binossauro?

– Lindo, amarelo, banguelinha, com manchas roxas e orelhas de chocolate…

– Igual o meu, ele tinha pescoço gigante de girafa?

– Claro, quer saber, era o mesmo, você subiu nele?

– Sim, subi, bem alto!

– Eu estava junto.

– É mesmo estava… Deu para ver todos os números, que são infinitos né papai?

– Sim, claro

– E a letra H, que é uma danadinha, mas é a que eu mais gosto, porque ela tenta se disfarçar de outros sons…

…E foi caindo no sono novamente!

Recuperei os meus compromissos atrasados ao longo do dia. Nunca recuperaria este momento com o Lucas! Estou perdoado?

#oreiestanu

——————

 

HORA DE SEPARAR ADULTOS DE CRIANÇAS…  E ESCOLHER AS CRIANÇAS!

Costumo brincar com o Lucas sobre uma nuvem que paira exatamente sobre o nosso carro, mesmo num dia de céu de brigadeiro.

Em seu momento de maior dúvida, aciono o limpador do carro e a magia da chuva particular ocorre… é lindo ver seu espanto pelo retrovisor!!!

Isto já vem a algum tempo! E o surpreendente, sempre se repete!!! Até o dia que fiz esta brincadeira com o pragmático e sensato Vini estando conosco.

Ele até deu um tempo para ver se explicávamos a brincadeira e na ausência da mesma, tratou de desvendar o segredo:

– Luquinhas, é um sistema que tem no carro para… e explicou tudo! Como o que o Vini diz é sagrado não houve contestação, só um:

– Hummm…

Então perguntei:

– Lucas, entendeu?

– Sim!!!

– E o que você acha, agora que conhece a verdade?

– Acho bom! Mas é chato… preferia a chuvinha…

 

Eu sou uma criança. Não quero a verdade! Quero a fantasia! Também prefiro a chuvinha!

#oreiestanu

——————-

 

UM DOMINGO NO PARQUE COM O LUCAS, PARA SONHAR!!!

Parece não haver nada que demova o Lucas de ser jogador de futebol.

E ele, no auge de sua maturidade e experiência aos 6 anos, enquanto brincava com sua inseparável bola amiga, perguntou-me se poderá ser como seu ídolo.

– Sim, claro. Se é seu sonho…

– É meu sonho sim, papai. E o seu sonho quando tinha minha idade, qual era, papai?

Poucas perguntas me fizeram parar e refletir tão profundamente nos últimos anos…

Demorei a responder não por não recordá-los, tenho todos eles bem guardados em nobre área de minha mente, mas sobre como eu responderia as perguntas que certamente viriam a seguir.

– Bom, meu primeiro sonho era ser motorista de ambulância, ou de caminhão de bombeiro…

– Uau, que irado!!! Tem mais sonhos?

– Sim, depois desenhista de revista em quadrinhos… de heróis!

– Meeeu, por isto você desenha bem hein papai, ahhh descobri!

– Sabia que eu tinha meus próprios heróis? Speixer, Super-nova…

– Nossa! O que mais?

– E por fim escritor…

– Mas você nunca sonhou “de fazer” máquinas? Que é o que você faz, né papai?

– Não, nunca sonhei com isto…

– Por que que as pessoas não fazem o que sonham, papai?

Poucas perguntas me fizeram…   Ainda não o respondi,  mas com o Lucas, sempre sonhei!

#oreiestanu

——-XX———

Eu coacho, Tu Coachas, Ele coacha…

DIÁLOGOS IMPROVÁVEIS NO MUNDO DO IN…    PERFEITO

– Vamos lá então, para uma primeira…

– Sessão de Coach?

– Não, não vamos deixar tão formal assim. Será um bate-papo, uma conversa.

– Ahh sim, bacana! Estou tão nervosa…

– O que exatamente lhe incomoda?

– Ahhh.. assim que ver… não sei… eu queria ser mais feliz no meu trabalho…

– Entendo, e como seria um trabalho mais feliz na sua concepção?

– O trabalho dos meus sonhos? Poderia se assim quer ver… eu gostaria de ter um melhor relacionamento com as pessoas, gostaria de entendê-los melhor… Nunca fui boa com gente, sabe! Meu primeiro chefe sempre me falou isto…

– Isto pode ser aprimorado… continue, por favor…

– Então, na verdade, este negócio de ouvir as pessoas… dar feedback honesto, blá-blá-blá não é pra mim, não ! Muito mimimi. Frescurada!

– E você tem que fazer isto?

– Sou obrigada né!!! Fazer o que… humpf!

– Talvez você se desse melhor, por exemplo, trabalhando com Robôs, Máquinas, não?

– Meu Deus, seria um sonho! Só o botão liga/desliga!

– Já buscou?

– Estou procurando!

– Ok, então por favor defina as suas minis metas para atingir isto. E  na conversa da semana que vem alinhamos, pode ser?

– Pode! Ótimo!

– A propósito, qual sua função atual?

– Assim quer ver … tipo Master-Coach!

#oreiestanu

——————

 

A NOBRE ARTE DE COACHAR!

Muito se fala sobre Coaching mas pouco se sabe sobre suas origens.

E ao contrário do que se estabelece, o Coaching nasceu na Idade Média.  Registros de que tal prática já constavam no compêndio “Malleus Maleficarum”, ou simplesmente, “O Martelo das Bruxas.”

Escrito pelos dominicanos  alemães Heinrich Kraemer e James Sprenger, tratava-se de um Manual para combater heresias e pecados, determinando os suplícios.

Nos casos mais graves, sessões de Coaching deveriam ser utilizadas  sistematicamente, levando o réu a confissão absoluta. Duas, Três, Dez Seções! Nem eram necessárias tantas.

Dado o terror psicológico, o Coachee, que é como se chamava o herege naquela época, pedia a substituição da pena por uma morte mais digna na fogueira. Seria menos dolorido e ele não se queimaria tanto com seus pares…

Trata-se do suplício mais hediondo já criado pela mente humana, pois sem oferecer uma resposta sequer, conduz o incauto até as raias da loucura, fazendo-o assumir inclusive heresias que sequer foram criadas ainda…

O Inquisidor, ou Coach como era chamado, nesta técnica de tortura, por sua vez, mantinha uma serenidade celestial, impassível e observadora deste sofrimento humano, convencendo-o ele mesmo, de que isto é necessário e bom…

#oreiestanu

———XX————

trilogia de Adalberto, um líder-artificial

ADALBERTO AGORA DÁ BOM-DIA!        DÊ BOM-DIA PARA TODOS ADALBERTO!

Adalberto é um bom funcionário.

Preocupa-se com sua formação. Adalberto já fez vários MBAs;

Adalberto faz bem suas entregas. Chega antes que todos e sai no horário;

Adalberto controla sua alimentação, é magro, faz ciclismo. Aliás,  Adalberto só vai de bicicleta ou a pé para o trabalho;

Adalberto coloca metas para seus filhos. E Adalberto cobra as metas dos filhos;

Adalberto anda com o Manual da Carreira embaixo do braço. Cada passo que Adalberto dá é muito bem planejado;

Enfim… Adalberto é que chamamos de chato.

Mas Adalberto não navega bem entre seus pares. Adalberto é fechado, não ri, não interage;

Adalberto lê “O Mongo e o Executivo” no aeroporto enquanto todos bebem…

Então Adalberto recebe o feedback que deveria melhorar seu relacionamento com o Time para poder ascender na estrutura.

Adalberto Faz Desenvolvimento Pessoal , Inter-Pessoal e Im-Pessoal;

Adalberto agora dá bom-dia. Ninguém dá bom-dia.

Adalberto agora conta piada velha. Ninguém ri de piada velha.

Adalberto agora dá parabéns pelas atividades. Ninguém achou difícil.

Agora, Adalberto não é Chato; Adalberto, agora, é Chato pra Caralh*!

#oreiestanu

——————

 

ADALBERTO E LIÇÕES COM ABACAXIS E MELANCIAS!

Adalberto vai de bicicleta para o trabalho;

Adalberto passa por bucólicas vias rurais até o trabalho;

Adalberto vê que um senhor agricultor, todo dia, estaciona seu caminhão no pátio da Igreja Protestante;

E Adalberto se regozija ao ver que todo dia o senhor faz de seu caminhão uma barraca de saborosos Abacaxis e Melancias;

Tudo muito bem organizado, separado, empilhado, e com as frutas docemente repousando sobre ninhos de palha;

Adalberto passa, mas nunca para.

Adalberto então lembra da meta de espalhar o bem… Então Adalberto para!

Adalberto não comprará nada, mas será o menos inconveniente possível, para fazer jus ao tempo do velho senhor;

Adalberto exercita a empatia continuamente!

– Bom dia, Nobre Senhor! – interrompe Adalberto ao idoso que dificultosamente posiciona uma Melancia de 795 kg sobre as demais;

– Caro Senhor, o que lhe motiva a todo dia estacionar seu caminhão e prepará-lo tão bem, com suas frutas tão lindas, nestes dias quentes que tem feito?

– O sinhô vai quere Melancia ou Abacaxi?

– Por ora, nada, gentil senhor das frutas… apenas…

      – ENTÃO VAI SE CAGA, OH MERDA!!!

Adalberto monta em sua bicicleta e segue seu caminho, pensando na lição que acabara de aprender: “leve consigo sempre alguns trocados…”

#oreiestanu

—————–

 

ONDE ESTÁ O WALLY ?         …E O ADALBERTO ?

Adalberto está dando feed-back do processo de avaliação para seu time;

Adalberto é resiliente, owner, assertivo, acertivo, açertivo e todos os outros jargões que cabem aqui;

Se necessário, Adalberto aplicará a política de consequências, sem dó;

Adalberto tem também uma dura missão de demitir 30% de seu time;

Adalberto não sabe se o fará na sexta ou na segunda-feira; Adalberto não lembra o que o livro de Gestão recomenda nestes casos…

O Superior Não-Tão-Imediato convoca Adalberto imediatamente;

Um calafrio percorre o curvado e caloso espinhaço de Adalberto;

Seu superior o chama novamente; Adalberto não o atenderá!

Adalberto não pode ir agora, pelo menos não agora, enquanto não concluir sua missão;

Adalberto tem certeza que a empresa está cometendo um equívoco e mudará de ideia;

Adalberto pensa: “O que os olhos não vêem, o coração não demite”

Adalberto está a uma semana desaparecido, e liderando!

Adalberto é o Tyler Durden de Edward Norton da Liderança!

#oreiestanu

——-XX——–